Jackie Saling é engenheira e vice-presidente de nossa empresa nos Estados Unidos. Com nosso projeto Qualidade de Vida Pro Bono, na América do Norte, ela trabalhou para revitalizar uma escola abandonada no centro da cidade de Detroit. Ela e uma equipe da Arcadis ajudaram a criar o que é agora a Sociedade de Inovação Durfee.


Quando ela entrou na Arcadis há 12 anos, ela já havia trabalhado em várias empresas menores, mas sentia que havia ficado sem pessoas com as quais pudesse aprender. Jackie foi entrevistada pelo Arcadiano Fred Payne. No final desse primeiro bate-papo, Fred deu a Jackie uma cópia de seu livro: "Remediation Hydraulics". Foi nesse momento que ela percebeu que era na Arcadis que ela queria construir sua carreira.


Jackie Saling


Quando eu estava saindo da entrevista, pensei comigo mesma: "Uau. Há pessoas que trabalham para esta empresa e escrevem livros didáticos sobre o que gosto de fazer. Aqui sempre terei pessoas com as quais posso aprender.". E isso aconteceu no decorrer de minha carreira aqui. O que quer que eu tenha feito na Arcadis, eu simplesmente continuei aprendendo muito com meus colegas.


Comunidades abandonadas


Jackie vive em Plymouth, Michigan, com seu marido Josh e duas filhas Sydney e AJ, com 10 e 7 anos de idade. Mas Jackie vem dos subúrbios de Detroit, Michigan e tem uma forte conexão com essa cidade. A segunda metade do século XX foi difícil para Detroit. Em 1950, a cidade tinha uma população de 1,8 milhão de habitantes e muitas vagas de emprego bem remuneradas disponíveis na indústria. Em 2017, a população de Detroit era de cerca de 673 mil habitantes. Com o tempo, esses empregos na indústria desapareceram e muitas pessoas saíram de Detroit, deixando para trás uma grande população afro-americana. Nas décadas de 70 e 80, a cidade foi assolada pelo tráfico de drogas, que contribuiu para o aumento da violência e da criminalidade. Este pico ocorreu no início dos anos 90, quando Detroit era conhecida como a capital do assassinato e do incêndio criminoso nos Estados Unidos. Desde então, Detroit vem passando por um renascimento, com empresas e pessoas voltando lentamente para a cidade. No entanto, o surgimento de atividade econômica não é garantia de que as comunidades carentes da cidade conseguirão prosperar. Em 2017, Jackie recebeu um e-mail do CEO da Arcadis da América do Norte, o finado Joachim Ebert, que a fez pensar sobre como ela poderia ajudar.


Eu estava procurando um novo desafio e uma forma de me conectar com os mais necessitados, quando recebi o e-mail de Joachim sobre o projeto Qualidade de Vida Pro Bono. Ele estava nos pedindo para enviar ideias para projetos nos quais pudéssemos aproveitar os recursos e o know-how da Arcadis para ajudar as comunidades. A única exigência era que o projeto tivesse potencial comprovado para melhorar a qualidade de vida e o que trabalho estivesse alinhado às capacidades da Arcadis. Eu queria muito fazer algo por Detroit. E foi assim que conheci a organização "Life Remodeled" e o projeto Durfee Pro Bono.


Recuperação de uma escola no centro da cidade de Detroit

O Arcadiano Alex Kruger realizando uma avaliação elétrica

O projeto Durfee Pro Bono


"Life Remodeled" é uma organização sem fins lucrativos que investe em Detroit e revitaliza bairros de maneira sustentável. A organização havia assumido uma escola primária abandonada e estava trabalhando para transformá-la em um centro de inovação comunitária: espaço para proporcionar recreação, programas de ensino fora do período de aulas e treinamento de habilidades no mundo real, assim como escritórios para pequenas empresas. A escola foi construída em 1927 e estava em mau estado de conservação. Jackie sugeriu que a Arcadis patrocinasse o projeto emprestando o tempo e a experiência de nosso pessoal para ajudar a melhorar o estado do imóvel, desta forma, ele poderia ser usado novamente pela comunidade. Este trabalho incluiu uma avaliação do estado da propriedade (elétrica, civil e arquitetônica), uma avaliação de saúde e segurança, inspeção de amianto, amostragem de água potável e avaliação do isolamento do teto.


Recuperação de uma escola no centro da cidade de Detroit

O Arcadiano Donnie Richmond testando água da pia

Durante seis meses, trabalhamos para atualizar o prédio para que o espaço pudesse ser alugado o mais rápido possível. Nossa avaliação das condições da propriedade ajudou o programa Life Remodeled a financiar diretamente os projetos mais importantes de reparo e remediação. E, até hoje, nosso trabalho está sendo utilizado para melhorar o edifício.


Ensine a corrente do bem às suas filhas


O trabalho no projeto Durfee Pro Bono foi uma experiência muito gratificante para os Arcadianos que participaram da iniciativa. Foi uma oportunidade que eles tiveram de usar seu trabalho para beneficiar diretamente as pessoas necessitadas. No entanto, foi particularmente importante para Jackie, pelo exemplo que ela está dando às suas duas filhas.


Jackie Saling

A família Saling: Jackie, Josh, Sydney e AJ

Estou muito motivada a dar um bom exemplo às minhas meninas. Trabalho duro para que elas entendam que podem fazer grandes coisas quando adultas. Porém, também sei que elas não veem muitas pessoas diferentes delas ou com circunstâncias econômicas diferentes. Assim, tenho que fazer com que seja uma prioridade levá-las a alguns lugares, para que elas possam ver que nem todos são tão privilegiados quanto elas. E quero que eles sintam, pessoalmente, como é gratificante retribuir e ajudar os outros.

Connect with {name} for more information & questions

Arcadis will use your name and email address only to respond to your question. More information can be found in our Privacy policy