• Pesquisa

Índice de Cidades Sustentáveis em Mobilidade 2017

A mobilidade urbana é a chave para o funcionamento diário de uma cidade. O Índice de Cidades Sustentáveis em Mobilidade 2017 da Arcadis, realizado em conjunto com o CEBR (Centro de Pesquisa Econômica e Empresarial, em inglês), reflete o desempenho de sistemas de mobilidade de 100 cidades ao redor do mundo. Com base em 23 indicadores, foi realizada uma classificação de 100 cidades para identificar quais são as que mais progrediram, alcançando a mobilidade urbana sustentável. O objetivo deste índice é mostrar as diferentes maneiras pelas quais uma cidade pode crescer aplicando soluções relacionadas à mobilidade urbana sustentável.

Índice de Cidades Sustentáveis em Mobilidade 2017

Faça o download do relatório completo

Veja os resultados da sua cidade

São Paulo, a cidade mais populosa do Brasil, é a única da América Latina a aparecer no top 50 do nosso ranking. No entanto, as capitais de Lima e Cidade do México são duas das cidades que melhor se classificam globalmente quando se trata do número de viagens realizadas por transportes públicos.

São Paulo é o principal centro financeiro brasileiro e tem o décimo maior PIB do mundo. Apesar de sua importância econômica, os desafios que São Paulo enfrenta são típicos de uma cidade que cresceu sem planejamento: os altos custos de vida empurram os mais pobres entre a população para os subúrbios, enquanto o comércio e o trabalho estão concentrados no centro, forçando as pessoas a percorrer longas distâncias a cada dia.

Com mais de 11 milhões de habitantes, a cidade deve considerar um esquema policêntrico, com estratégias que incluam o desenvolvimento urbano e social em corredores estratégicos de transporte público fora das áreas do centro, desencorajando o uso do carro, melhorando as ciclofaixas e criando uma cidade mais preparada para os pedestres.

Em uma recente Pesquisa de Mobilidade de São Paulo, 83% dos cidadãos que possuem carro - 2,3 milhões de pessoas - estão dispostos a deixá-lo na garagem se for oferecida uma opção melhor de transporte público. Esta é a chave para fazer de São Paulo uma cidade mais sustentável.


Pessoas

O subíndice “Pessoas” avalia as implicações sociais e humanas nos sistemas de mobilidade, incluindo a qualidade de vida.

Planeta

O subíndice “Planeta” classifica cidades em relação aos impactos ambientais, além de fatores sustentáveis, como energia, poluição e emissão de gases. 

Saúde Econômica

O subíndice “Lucro” avalia a eficiência e a confiabilidade de um sistema de mobilidade para facilitar o crescimento econômico.