48 horas

de tempo de resposta para a análise de uma amostra

4

comunidades monitoradas

7 dias

notificação antecipada de casos de COVID-19 na comunidade que está sendo analisada

Visualizando no momento

The challenge

À medida que a pandemia de COVID-19 se espalhava pela América do Norte e cidades lutavam para achar novas maneiras de proteger a população, os pesquisadores identificaram que os testes de águas residuais eram uma maneira acessível e eficaz de obter informações valiosas sobre a saúde da comunidade. Com recursos de teste limitados e o conhecimento de que portadores assintomáticos podem espalhar o vírus, a Secretaria de Saúde (Department of Health — DOH) do Estado de Nova York foi pioneira nessa abordagem para manter as pessoas seguras e informar possíveis planos de reabertura. Trabalhando em uma área verdadeiramente sem precedentes, a Arcadis trabalhou com a DOH e parceiros para fazer um programa piloto de testes de águas residuais em quatro comunidades do interior do estado.

The solution

Estudos comprovaram que os testes de águas residuais conseguem notificar com cerca de sete dias de antecedência a presença do vírus na comunidade antes que os sintomas apareçam. No entanto, ele requer profundo conhecimento da comunidade, dos sistemas de coleta de águas residuais e dos recursos de teste para garantir que os dados corretos sejam coletados dos locais certos. Familiarizada com o sistema de coleta local, a equipe da Arcadis usou seu conhecimento para iniciar pesquisas detalhadas e específicas para COVID-19.

Trabalhando em uma área verdadeiramente sem precedentes, os cientistas e engenheiros da Arcadis arregaçaram as mangas para compreender as melhores técnicas e abordagens mais avançadas disponíveis para testar águas residuais para o vírus. Em parceria com a Universidade de Siracusa, a SUNY ESF e o laboratório analítico, a equipe usou tendências de dados e metodologias epidemiológicas e analíticas para otimizar a técnica e identificar "pontos críticos" nas comunidades. Encontrar esses pontos críticos uma semana antes que os profissionais de saúde pode fornecer informações úteis que ajudem a reduzir a transmissão da comunidade.

The impact

Por meio do programa piloto, a equipe e a DOH passaram a ter uma compreensão mais profunda de como a detecção de COVID-19 por meio de amostragem de águas residuais pode passar informações para ajudar em decisões cruciais de saúde pública. O monitoramento ajuda os profissionais de saúde a entender onde o vírus está presente a um baixo custo per capita, mesmo sem que as pessoas mostrem sintomas físicos ou sejam testadas. À medida que mais cidades e comunidades adotarem essa abordagem, a detecção precoce da presença do vírus nas águas residuais permitirá que funcionários estaduais e locais tomem medidas de segurança preventivas que possam impedir a disseminação futura, mantendo o anonimato para os moradores. Quando os casos diminuírem, o monitoramento de águas residuais confirmará o declínio e amenizará a ansiedade em relação à presença do vírus na comunidade.  Isso será fundamental para ajudar as comunidades a se recuperar dos impactos devastadores da COVID-19.


Recursos usados

Fale com Arcadis para mais informações e perguntas.

Contato Arcadis

Connect with {name} for more information & questions

Arcadis will use your name and email address only to respond to your question. More information can be found in our Privacy office