• Serviços: Gerenciamento de Programas e Projetos
  • Setores: Água

Onda Limpa - Sabesp

Baixada Santista, Região Sudeste, Brasil - O Projeto Onda Limpa, realizado na região metropolitana da Baixada Santista, visa a melhoria e expansão do sistema de esgoto e ao desenvolvimento de um sistema de monitoramento ambiental, indispensável para a gestão da qualidade da água. Com ele, foram implantados 1.200 km de redes coletoras e 120 estações de bombeamento.

500 mil

HABITANTES BENEFICIADOS

80% do esgoto

DA REGIÃO TRATADO

80% do esgoto da região tratado

Em atuação junto à Companhia de Saneamento do Estado de São Paulo (SABESP) e ao governo do estado, a Arcadis foi a empresa responsável pelo Gerenciamento do Projeto Onda Limpa, destinado à melhoria da coleta e do tratamento de esgotos na Baixada Santista, em São Paulo. Esse é um dos maiores programas de saneamento da América Latina e a maior intervenção ambiental da costa brasileira.

Durante a execução das obras, a Arcadis foi responsável pelo planejamento e controle do projeto, pela supervisão do trabalho de construção, administração de contratos, monitoramento de sistemas de pré-operação, entre outras atividades.

 No total, a empresa geriu o desenvolvimento de sete novas estações de tratamento de resíduos, dois emissários submarinos, 120 estações de bombeamento e 1.200 km de rede de esgoto, coletores principais e interceptores. Além disso, a empresa também desenvolveu o sistema de monitoramento ambiental, vital para gestão da qualidade da água, no maior projeto de remediação ambiental já realizado no litoral do País.

 As obras foram fundamentais para garantir o tratamento de esgotos, melhorando a qualidade de vida da população do litoral e também para os milhões de turistas que visitam a costa do estado de São Paulo. O trabalho permitiu, ainda, elevar a coleta de esgoto, de 53%, em 2007, para os atuais cerca de 80% -- valor que representa quase o dobro da média nacional, que é de 47%. Agora, todo o esgoto coletado na Baixada Santista passa por tratamento.

 O projeto também melhorou a qualidade da água, poluída e insalubre por diversos anos, beneficiando diretamente a 500 mil habitantes. Mais do que isso, o trabalho também permitiu recuperar a balneabilidade das praias, incentivar o turismo, a geração de empregos e renda na região, além de reduzir o número de internações por doenças, bem como os índices de mortalidade da população.  

Resultados

500 mil

HABITANTES BENEFICIADOS

80% do esgoto

DA REGIÃO TRATADO

1.200 km

DE REDE DE ESGOTO, COLETORES PRINCIPAIS E INTERCEPTADORES
Share on Wechat
"Scan QR Code" on WeChat and click ··· to share.