• Pesquisa

Índice de Cidades Sustentáveis em Água 2016

Índice de Cidades Sustentáveis em Água 2016

Este relatório pretende expandir nosso Índice Anual de Cidades Sustentáveis ​​para focar apenas na questão da água e identificar qual cidade aproveita melhor seus ativos de água para maiores vantagens em longo prazo. Esperamos que os líderes das cidades validem este índice como uma ferramenta valiosa para ajudá-los a pensar na água como uma oportunidade e um recurso para o desenvolvimento econômico e, ao mesmo tempo, atenda às necessidades críticas e a segurança de seus moradores e do meio ambiente.

O índice geral examina a sustentabilidade da água de 50 cidades de 31 países em todos os continentes do mundo. Cada uma das cidades incluídas tem relações distintas com a água, que ajudaram a moldar o seu carácter urbano e definir sua identidade comercial e sua competitividade. As cidades são classificadas não apenas de acordo como a forma que eles gerenciam e mantém a água, mas também de acordo com o risco e a vulnerabilidade por meio dos três pilares da sustentabilidade da água – resiliência, eficiência e qualidade. Faça o download do relatório de 2016 clicando aqui e confira abaixo detalhes de cada um dos critérios analisados. 

Resiliência

Resistindo a desastres naturais e escassez imprevistas

Uma cidade resiliente à água está bem preparada para superar os desafios associados à falta ou abundância de água. Ela protege seus cidadãos contra desastres, como inundações e secas, assegurando, ao mesmo tempo, que os serviços relacionados à água continuem ininterruptos. Como resultado das alterações climáticas, subsidência do solo, erosão costeira e urbanização, eventos climáticos extremos e a própria escassez de água estão se tornando mais comum em muitas cidades. Além disso, o índice destaca uma diferença significante entre as cidades com os melhores desempenhos e o resto do mundo.

Eficiência

Gerenciando efetivamente o abastecimento de água

Água limpa e potável é um recurso extremamente valioso, essencial para a saúde dos cidadãos e da economia de uma cidade. O gerenciamento eficiente e controlado deste recurso é, portanto, vital para a continuidade do serviço, tanto da produção quanto da distribuição da água, minimizando os custos do serviço e preservando este recurso para as gerações futuras. Pequenos casos de vazamento, bem como prestação de contas em termos de uso de água na forma de medição, são fundamentais para garantir que os sistemas de água de uma cidade funcionem de forma eficiente. 

Qualidade

Fornecendo uma fonte de água limpa e saudável

Cidades do mundo desenvolvido têm, historicamente, melhorado sua prosperidade e economias somente depois de abordar, adequadamente, a qualidade da água e do saneamento, tornando-as mais competitivas. Cidades em nações em desenvolvimento terão de melhorar a qualidade da água para se tornarem centros urbanos prósperos e sustentáveis. No índice, a qualidade da água é sem dúvida a área onde o desempenho é mais elevado, com muitas cidades tendo reconhecido o seu papel fundamental na melhoria da qualidade de vida, e, assim, tendo feito um investimento significativo. No entanto, continua a ser um desafio para um número de cidades em desenvolvimento, como as cidades em crescimento na África e Ásia. 

Leia o material na íntegra e faça o download clicando neste link.